TRANSLATE:
Login
CLIENTES, MERCADO E SOCIEDADE
5 tendências do mercado de saúde onde você pode apostar seu dinheiro
Nos Estados Unidos, a geração baby boomer (explosão de nascimentos no pós-guerra) continua a ter grande impacto na área da saúde, a medida que considerável parcela desta população passa rapidamente para a aposentadoria.
imagem



Mas uma crescente população de idosos não é a única coisa a mudar a área médica.

Aqui está algumas maneiras, que novas tendências na área de atenção médica estão impactando startups em todo o mundo.


1. O impacto do atendimento ao idoso

A American Association of Retired Persons - AARP estima que 70% dos “baby boomers” vão exigir cuidados médicos específicos para doenças crônicas e limitantes. Isto coloca um problema financeiro para aqueles que não têm seguro de cuidados médicos deste tipo e introduz uma questão importante dentro da questão de saúde. Em 2010, havia sete cuidadores potenciais para todas as pessoas com idade entre 80 anos ou mais, mas a AARP espera que razão irá agravar-se com o número de cuidadores de idosos diminuindo e os altos aumentos populacionais. Estima a AARP que em 2030, haverá apenas quatro cuidadores para cada indivíduo de 80 anos ou mais, em 2050, essa relação cairá para uma proporção de três para um.

A Aging 2.0 Academy está trabalhando para apoiar o crescimento da indústria de cuidados de idosos. A rede estimula e acelera startups dedicadas aos cuidados no envelhecimento. As empresas escolhidas para participar da Aging2.0 Academy recebem uma série de orientações, treinamento pelo Google, e outras atividades de apoio, destinadas a ajudá-los a ter sucesso a longo prazo.


2. Um foco no bem-estar

A indústria da saúde e bem-estar deve crescer a um mercado US$ 737 bilhões dentro dos próximos cinco anos. Os consumidores estão cada vez mais tomando o controle de sua própria saúde, e as empresas estão incentivando a mudança por meio de programas que recompensa os funcionários por comportamentos saudáveis, como prêmios de seguro mais baixos. As empresas já descobriram os benefícios de patrocinar academias, programas de cessação do tabagismo e programas de dieta, que ajudam a manter os funcionários mais saudáveis e reduzir o absentismo.

As startups de bem estar encontraram-se em uma boa posição, uma vez que as grandes empresas têm dinheiro para gastar. Em vez de ir diretamente para os consumidores, as startups de bem-estar estão se dirigindo a essas empresas, que atuam como canais de distribuição para os seus serviços. Com o Affordable Care Act permitindo que as companhias de seguros premiem as empresas pelas suas atividades em prol do bem-estar do funcionário, as startups de bem-estar estão em uma posição melhor do que nunca para ter sucesso.


3. O rastreamento e monitoramento

Os consumidores já estão usando dispositivos de fitness vestíveis para acompanhar as suas atividades diárias. Mas a saúde é a próxima grande fronteira para os vestíveis, com a indústria médica olhando a tecnologia para uso no rastreamento e monitoramento da saúde do paciente. As startups de tecnologia não estão apenas experimentando maneiras de colocar a tecnologia para uso no ambiente médico, mas eles também estão trabalhando em maneiras diferentes de usar os dispositivos. Por exemplo, os pacientes podem agora testar uso de sensores em seus ouvidos e usá-los como roupas, joias ou óculos.

Para colocar os seus dispositivos no mercado à frente da concorrência, muitas startups digitais de saúde estão fugindo da abordagem tradicional para começar um novo negócio. Em vez de esperar indefinidamente pela aprovação do FDA, esta geração, chamada Healthcare 2.0, utiliza os recursos já disponíveis para atingir os consumidores.


4. O cuidado preventivo

A tecnologia tem avançado tanto que startups são capazes de oferecer atendimentos on-line seguros e confidenciais com terapeutas para empregados para ajudá-los a lidar com o estresse. Um estudo chamado, “Sobriedade em uma era digital”, publicado por The Canyon Malibu descobriu que "quase 20% das pessoas diagnosticadas com transtorno de ansiedade social, na verdade, têm problemas de abuso de álcool e dependência também". Como medida preventiva para combater os problemas de saúde comportamental, problemas de saúde mental e estresse e problemas físicos induzidos, as startups usar essas ferramentas de terapia on-line como uma forma de tornar a gestão do estresse fácil e atraente para os trabalhadores ocupados.


5. Os números

O Big Data já ganhou seu lugar top como uma das "tendências para observar". Entre as muitas indústrias que possam ser fortemente dependentes de análise numérica, a saúde é uma delas. De fato, no primeiro semestre de 2014, as grandes startups de saúde para o Big Data viam 161% mais financiamento do que em todo 2013. Das empresas farmacêuticas aos laboratórios médicos, a análise estatística deverá ter um enorme impacto sobre a indústria.

Entre as muitas startups a fazer progressos sérios no desembarque de dólares de investimento esta a Flatiron Health, que levantou 130 milhões de dólares por seus esforços para melhorar o tratamento do câncer.

Financiamento inicial de 1,875 milhão de dólares foram para a empresa Apropose, que ajuda web designers a melhorar seus sites através de análise de dados. As Startups estão obtendo grandes investimentos, e declarações de IPOs devem estar por vir neste campo novo e excitante.

As startups orientadas a saúde podem se conectar com os consumidores e trazer dólares de investimento, concentrando-se em áreas com alta demanda. Ao estudar as últimas tendências e trabalhar em direção a essas tendências, as empresas de todos os tamanhos podem tirar proveito dessas oportunidades, ao mesmo tempo, ajudando a satisfazer a procura.


Fonte: inc.com; artigo de Matt Ehrlichman - 20/02/2015
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO - UMA IMPORTANTE INFORMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÃO E NEGOCIAÇÃO NOS SERVIÇOS DE SAÚDE.
Destaques
CURSO NA FGV SOBRE "GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE"
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Manual de Indicadores de Gestão de Pessoas - 2017
2017 - Concurso para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
RAS On-line
Gestão Hospitalar - O Papel do Médico Gestor
Mais Recentes
PROFISSIONAIS QUEREM QUALIDADE DE VIDA 15/08/18
TECNOLOGIA CONTRA A POBREZA 10/08/18
Primeiro Prêmio RAS 09/08/18
14a Sessão Pôster do CQH´2018 09/08/18
CQH´2018– XIX Congresso Brasileiro de Qualidade em Serviços de Saúde 09/08/18
MICROLOCALIZAÇÃO E PRODUTIVIDADE 08/08/18
INSALUBRIDADE E HORAS EXTRAS 07/08/18
Assembleia dos Hospitais Participantes do CQH - 31/08/2018 07/08/18
CUSTO DE TRABALHAR NO EXTERIOR 06/08/18
INTELIGENCIA COGNITIVA 02/08/18
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
7Por que e como aderir ao Programa CQH
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança
Videoaulas
Indicador de homem hora treinamento
Avaliação da Necessidade de Treinamento