TRANSLATE:
header_logo
Login
INFORMAÇÃO, CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS
O que dificulta a implantação de prontuários eletrônicos nos hospitais
A gestão de instituições hospitalares é bastante influenciada pela disponibilidade e pela utilização da informação para a tomada de decisões. Nesse contexto, é fato que o PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente) proporciona mais qualidade ao atendimento e à gestão pública. Capaz de reunir e gerenciar todas as informações clínicas e assistenciais de todos os atendimentos, um PEP simplifica o armazenamento de dados e facilita a rotina de trabalho de médicos, enfermeiros e outros profissionais da área.
Embora ainda esbarre em questões como padronização, a adoção da ferramenta caminha com condições de se tornar uma prática comum na medicina. Para isso, é preciso vencer alguns desafios, entre eles, barreiras que ocorrem antes e no momento da implantação do sistema na instituição.
A falta de um planejamento estratégico também pode se tornar um fator de dificuldade na implantação de um PEP em uma instituição de saúde. É preciso traçar métricas para todas as etapas, desde o mapeamento dos processos, implantação e parametrização no sistema, até a realização de testes pelo próprio usuário e capacitação e treinamento da equipe.
O profissional de saúde é um dos principais desafios. Acostumado com a rotina e os processos, muitas vezes, apresenta resistência em operar novos equipamentos ou alterar processos de trabalho. Para que o projeto caminhe é preciso um incentivo interno da organização para atingir a integração clínica e, principalmente, deixar claro que aqueles processos vão facilitar a vida do profissional, reduzindo o retrabalho. O envolvimento do profissional desde o início de desenvolvimento da ferramenta e treinamentos constantes evitam problemas e colaboram para um bom andamento da implantação.
O conteúdo a ser gerenciado através do PEP muitas vezes pode travar alguma etapa no projeto. É preciso que os gestores e os médicos definam com antecedência informações que julgarem necessárias, tanto para um banco de dados, quanto para a geração de informações e indicadores administrativos. Planejar e prever desafios potencializa os ganhos que um PEP traz a uma organização de saúde, o que pode representar um diferencial competitivo e de qualidade nos serviços prestados pelo hospital.
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Mais Recentes
LIDERES TÍMIDOS 22/07/19
BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PESSOAS 22/07/19
BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA CORPORATIVA 22/07/19
TREINAMENTO CORPORATIVO 22/07/19
SAÚDE CORPORATIVA 19/07/19
AFINAL, O QUE É COOPERATIVISMO? 16/07/19
BOAS PRÁTICAS GERENCIAIS 16/07/19
TRABALHO TEMPORÁRIO 15/07/19
MINDFULNESS 01/07/19
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde 28/06/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança