TRANSLATE:
header_logo
Login
ARTIGOS :: ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE
GESTÃO DE PESSOAS E DIVERSIDADE
Diversidade x Viés Inconsciente: desafio do RH
A discussão sobre a diversidade e a inclusão não é um assunto novo no universo do RH, porém, nos últimos anos, o tema vem ganhando cada vez mais destaque. Abrindo o debate, um mito a ser derrubado sobre a inclusão é o imaginário de que todos devem ser tratados igualmente. Porém, como é possível que uma pessoa trate a todos de forma igual se cada um é diferente? Além disso, como enxergar com igualdade se cada pessoa tem experiências diversas compondo seu repertório? Dois conceitos são providenciais para que essa conversa avance na direção de um entendimento mais claro: equidade e viés inconsciente.

Em linhas gerais, a equidade prevê adaptação à regra com foco em uma análise justa. A premissa igualdade aos iguais e diferença aos diferentes é um exemplo bem direto da ideia. Resumidamente, torna-se necessário nivelar possibilidades, oportunidades e acessos, assim como relativizar condições, aspectos culturais e segmentações, elevando-se a importância da adequação. Transportando o conceito para a Gestão de Pessoas e a diversidade, a contratação de PCD ou negros ou LGBTQI+ precisa observar igualdade de direitos, que é geral, e também diferenças físicas e sociais a fim de atender a busca por equidade.

Desdobrando o segundo conceito, o viés inconsciente é um conjunto de estereótipos que todas as pessoas possuem e é formado por experiências e opiniões. Como a própria referência à inconsciência indica, o julgamento acontece sem que tenhamos controle. É como se em uma primeira impressão ou na iminência de uma tomada de decisão, acessássemos um banco de dados próprio para avaliar pessoas, ambientes, situações, etc. Juntando os dois conceitos, o RH tem o imenso desafio de promover equidade ao mesmo tempo em que precisa considerar os impactos do viés inconsciente em todas as etapas da inclusão.

AMBIENTE DE TRABALHO INCLUSIVO

Quando a diversidade é assunto dentro das empresas, fala-se muito sobre abrir vagas para os grupos conhecidos como minorias (mesmo que negros e mulheres sejam maioria na população brasileira). Entretanto, o aprofundamento precisa ser muito maior. É crucial buscar a redução dos impactos do viés inconsciente através de programas voltados à instrução dos profissionais.
Ter ciência sobre a existência do viés inconsciente e esclarecer que não há como anulá-lo são passos fundamentais para o reconhecimento do peso invisível do repertório e para o aceite de que todos temos preconceitos, no sentido literal de conceitos prévios. Por meio deste processo, é possível perceber-se e, verdadeiramente, abrir-se à equidade, que é condição vital para um ambiente mais diverso e inclusivo. Aliás, os dois conceitos vão além das etapas de seleção e contratação, ambos também merecem atenção na conduta diária de todos as pessoas e também da empresa como uma organização com posicionamento, atitudes e valores. O desafio é complexo, mas o horizonte de avanço é promissor e inspirador.
Fonte:- Publicidade P&N
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
CQH 2019 - XX CONGRESSO BRASILEIRO DE QUALIDADE EM SERVIÇOS DA SAÚDE e III CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA PREVENTIVA E DE ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Mais Recentes
COMUNICAÇÃO 08/08/19
BURNOUT 06/08/19
Assembleia dos Hospitais Participantes do CQH - 23/08/2019 26/07/19
CORAGEM 26/07/19
LIDERES TÍMIDOS 22/07/19
BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PESSOAS 22/07/19
GOVERNANÇA CORPORATIVA 22/07/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança