TRANSLATE:
Login
GESTÃO DE PESSOAS
Como a felicidade pode tornar qualquer empresa mais forte
20 de março de 2013 - é um dia especial. É o primeiro Dia Internacional da Felicidade, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, porque a busca da felicidade é uma necessidade humana fundamental. Mas o que é a felicidade, afinal? E o que isso significa para as empresas?
Colocar as pessoas em primeiro lugar

O status de um país geralmente é avaliado pelo seu Produto Interno Bruto: o valor total de todos os bens e serviços produzidos em um determinado período. Não no Butão, onde o rei Wangchuk em 1972 desenvolveu uma nova medida: Felicidade Nacional Bruta. Com base em 33 indicadores, o "volume de negócios" do país é medido por fatores que incluem saúde, estado psicológico, cultura, educação bem-estar, governo, comunidade, ecologia, padrão de vida e do uso do tempo. No Butão olham além do cheque de pagamento; as pessoas vêm em primeiro lugar.

Apesar destas iniciativas nobres, há também críticas: muitas medidas são subjetivas e medidas negativas (como crime) não são deduzidos. Mas, ainda assim, podemos aprender muito com o Butão.


Saúde mental

Ao longo dos anos o Butão se tornou uma inspiração. Em 2012, o Instituto da Terra publicou - a pedido da Organização das Nações Unidas - o Relatório Mundial Felicidade nova aba. Algumas conclusões notáveis ?? Em que:

- Países "ricos" são mais felizes do que os países "pobres". Isso não significa a importância do dinheiro, porque a força da rede de segurança social, o grau de liberdade pessoal e à ausência de corrupção têm um impacto maior sobre a felicidade;

- A segurança no trabalho e boas relações de trabalho são mais importantes do que salário e jornada de trabalho;

- Em cada país, o fator mais importante é: a saúde mental da população.

Como os empresários podem usar este conhecimento?


imagem
Ilustração: Ivo van Leeuwen



Uma nova cultura

Ricardo Semler é o CEO de uma empresa brasileira chamada SEMCO. Ele é um homem desprovido de estruturas autoritárias. Isto é provado pelo fato de que em seu primeiro dia como CEO ele dispensou até 60% de sua equipe executiva. Várias vezes Semler era "empresário brasileiro do ano", proclamado por causa de seu estilo de gestão pouco ortodoxa. SEMCO é caracterizada por uma cultura aberta, com muito espaço para iniciativas pessoais: não existem horários fixos de trabalho, não há código de vestuário e há um número mínimo de procedimentos. A empresa é composta por células independentes onde cada funcionário tem acesso e participa dos negócios , mesmo em nível financeiro. Os funcionários têm liberdade real, há uma genuína confiança. E vale a pena, porque anualmente SEMCO cresce 25% em média!


Diversão

Na verdade, a mensagem é simples: quanto mais felizes os funcionários são, o melhor irão realizar. Garantir que as pessoas estão realmente envolvidas na organização e desfrutar de seu trabalho, que é o ponto. Ou, como Semler mesmo diz: "Se nós não deixarmos que as pessoas façam as coisas do jeito que elas querem, nunca vamos saber o que elas são realmente capazes de fazer e elas vão apenas seguir nossas regras."

Fonte: traduzido de improve4all - blog de Jacqueline van Rijswijk nova aba
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2018 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Manual de Indicadores de Gestão de Pessoas - 2017
2017 - Concurso para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
RAS On-line
Gestão Hospitalar - O Papel do Médico Gestor
Mais Recentes
TERCEIRIZAÇÃO 24/05/19
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo 21/05/19
BOAS PRÁTICAS GERENCIAIS 20/05/19
VOCÊ SABE SER "CHEFE" 20/05/19
QUEM PAGA A CONTA DA SAÚDE? 17/05/19
BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PESSOAS 13/05/19
MAIS VOVÔS QUE NETINHOS 10/05/19
Assembleia dos Hospitais Participantes do CQH - 07/06/2019 07/05/19
GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE 25/04/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança
Videoaulas
Indicador de homem hora treinamento
Avaliação da Necessidade de Treinamento